sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Mestrando PPGH recebe medalha Governador Pedro de Toledo


No dia 10 de novembro, em cerimônia na cripta onde estão os restos mortais dos 801 combatentes que morreram durante os enfrentamentos da Revolução de 1932, entre forças do Estado de São Paulo contra forças federais, recebi a medalha Pedro de Toledo.
A entrega da medalha no mausoléu da Revolução de 1932 se deu pela publicação de um trabalho, onde abordo o papel que a aviação desempenhou durante aquele conflito, sendo ele a primeira vez que a aviação teve uma participação efetiva no Hemisfério Sul, resultando na primeira interceptação de aeronaves por um caça e o primeiro bombardeiro noturno em todo o continente americano.
Com a finalidade de difundir, nas palavras do presidente da Sociedade Veteranos de 32 MMDC, um parte da historia nacional, serão criadas em 2013 sedes representativas da Sociedade Veteranos de 32 em outros estados, no qual fui convidado a ser um dos representantes no Estado do Rio Grande do Sul.





A Medalha “GOVERNADOR PEDRO DE TOLEDO” é uma comenda, oficializada pelo Decreto Nº 814, de 26 de dezembro de 1972, do Governo do Estado de São Paulo.
A Medalha “GOVERNADOR PEDRO DE TOLEDO”, foi criada com o fim de galardoar pessoas físicas ou jurídicas, nacionais ou estrangeiras, que por seus méritos e serviços relevantes prestados à São Paulo e ao culto da Revolução Constitucionalista de 1932, se tenham tornado pessoas dignas de especial distinção.Pedro de Toledo, governou São Paulo em 1932 sendo aclamado governador pelo próprio povo, pois idealizava uma verdadeira prática de democracia em nosso Estado Paulistano e no Brasil, e com estes ideais cívicos e patrióticos, apoiou o Movimento Constitucionalista de 1932, sendo fundado à época até nossos dias, o MMDC. O nobre significado da sigla “MMDC”, deve-se às iniciais dos nomes dos quatro estudantes, Martins, Miragaia, Drausio e Camargo, que reivindicando para o povo brasileiro uma Constituição que visasse um Estado Democratico de Direito, no dia 23 de maio de 1932 na Pça da República – SP, acabaram por serem baleados por parte do governo ditatorial e faleceram. O sangue destes quatro heróis, culminou na guerra denominada “Revolução Constitucionalista de 32” e trouxe bons reflexos à toda nação, pois em data subseqüente (1934) o Governo Federal promulgou uma Carta Constitucional assegurando direitos e garantias individuais a todos os brasileiros.
Digna-se constar, que a Lei Fed. nº 12.430, de 20 de junho de 2011 decretada pelo Congresso Nacional e sancionada pela presidenta Dilma Rousseff,  inscreveu os nomes dos heróis paulistas da Revolução Constitucionalista de 1932: Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo (MMDC), no Livro dos Heróis da Pátria.
A Medalha “GOVERNADOR PEDRO DE TOLEDO”, é portanto uma Comenda Emérita definitiva, pois perpetuará a gratidão e o reconhecimento, para todo o sempre, dos que cumpriram esta jornada cívica para com aqueles que, hoje e no futuro, continuarem abraçando os mesmos ideais de democracia, liberdade e amor à legalidade pelos quais se bateram os heróis e Veteranos de 32.



Nenhum comentário: