sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Avaliação do MEC indica excelência em 21 graduações da UPF


Resultados foram divulgados na quinta (06/12) e incluem três cursos na lista dos melhores do país

Foto: Divulgação UPF
Comunidade acadêmica comemora bom desempenho da avaliação do MEC
A Universidade de Passo Fundo (UPF) teve mais uma vez sua qualidade educativa reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Os resultados e indicadores referentes aos cursos avaliados em 2011 foram divulgados na quarta-feira (06/12) pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao MEC. O bom desempenho dos cursos de ciências exatas, licenciaturas e áreas afins fez com que a UPF atingisse o índice de 20 cursos com conceito 4 e um curso com conceito 5, numa escala de 1 a 5.

Os índices são relativos ao Conceito Preliminar de Curso (CPC), um indicador que resulta das avaliações de desempenho dos estudantes, infraestrutura para realização das atividades de ensino, titulação e carga horária do corpo docente, além da organização didático-pedagógica do curso. Na nota final do CPC, o desempenho dos estudantes conta 55% do total, enquanto a infraestrutura representa 15% e o corpo docente, 30%.

Excelência no país
O resultado apontou, também, três cursos ofertados pela UPF entre os excelentes no Brasil: o curso superior de tecnologia em Fabricação Mecânica é o terceiro melhor curso no país; a Engenharia de Alimentos da UPF também ocupa lugar de destaque, sendo a sexta no Brasil nessa área; e o curso de História é o sétimo melhor curso da área em nível nacional. No total, o MEC avaliou no ano passado 8.665 cursos oferecidos por 1.387 instituições de ensino superior.

Os resultados foram comemorados pela comunidade acadêmica da UPF. O reitor José Carlos Carles de Souza lembra que também no ano passado, vários cursos avaliados haviam se destacado. “O elevado nível do ensino, tanto teórico quanto prático, a qualificação do nosso corpo docente e da infraestrutura possibilita que os resultados conquistados pelos acadêmicos sejam cada vez melhores”, afirma.

A vice-reitora de Graduação Neusa Rocha enfatiza que o resultado é um dos indicadores da excelência pedagógica e significa o coroamento de um trabalho qualificado e de dedicação da comunidade acadêmica. “Em nossas ações, continuamos a busca pela qualidade educativa nas diferentes áreas do conhecimento”, observou, lembrando que o resultado indicado pelo MEC relativo a 2011 fecha o primeiro ciclo avaliativo, já que o CPC foi criado em 2008. “Na comparação dos resultados, percebemos que melhoramos significativamente nosso desempenho e estamos oferecendo graduações ainda melhores nas áreas avaliadas”, referiu.

O CST em Fabricação Mecânica da UPF também obteve o conceito máximo, 5, no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes, o Enade. Com CPC 4, o curso atinge a melhor colocação no Estado, demonstrando excelência na formação de seus estudantes, já que o Enade avaliou o desempenho dos alunos em relação aos conteúdos programáticos do curso em que estão matriculados.

Graduações de qualidade
O curso que obteve o conceito máximo do CPC foi História, garantindo o conceito 5 e se posicionando entre as melhores graduações na área também no Estado. Já os cursos que obtiveram conceito 4, numa escala de 1 a 5, foram Arquitetura e Urbanismo, Fabricação Mecânica, Matemática (em Passo Fundo e Soledade), Letras, Química (licenciatura), Biologia (bacharelado), Biologia (licenciatura), Pedagogia (Carazinho e Passo Fundo), Artes Visuais, Filosofia (bacharelado) e Filosofia (licenciatura), Educação Física (licenciatura), Ciência da Computação, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia de Alimentos, Engenharia Ambiental e Engenharia de Produção Mecânica (Carazinho).




Nenhum comentário: