segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Hoje na História: 24 de dezembro


FOI FUNDADA A KU KLUX KLAN
24 de dezembro de 1865
Ku Klux Klan (KKK) é o nome adotado por diversas organizações nos Estados Unidos a partir do dia 24 de dezembro de 1865, e que pregavam a supremacia da raça branca, antisemitismo, racismo, anticatolicismo, anticomunismo, homofobia e nativismo. Frequentemente, essas organizações recorreram ao terrorismo, à violência e atos intimidatórios (como quando queimavam as cruzes) para oprimir suas vítimas. Esses grupos foram organizados por veteranos do Exército Confederado dos Estados Unidos que, depois da Guerra da Secessão, quiseram resistir à Reconstrução. A organização adaptou rapidamente métodos violentos para conseguir sua conclusão. Contudo, houve uma reação que em pouco tempo levou à derrocada da organização, pois as elites do sul vieram para a Klan como pretexto para que as tropas federais ficassem ativas nos Estados do Sul. A KKK foi formalmente dissolvida em 1870 pelo presidente republicano Ulysses S. Grant, por meio da Lei de direitos civis 1871, conhecida como "A Lei da Ku Klux Klan".


FIM DA ESCRAVIDÃO EM CUBA

24 de dezembro de 1879
A suspensão da escravidão na ilha de Cuba foi decretada no dia 24 de dezembro de 1879, e a lei determinou aos defensores o seguinte: Sustentar seus amparados, vesti-los, assisti-los em suas enfermidades, retribuir seus trabalhos com a remuneração mensal determinada nesta lei, conceder aos menores o ensino primário e a educação necessária para exercer uma arte, ofício ou ocupação útil, alimentar, vestir e assistir em suas enfermidades os filhos dos amparados que estejam na infância ou adolescência, nascidos antes e depois dessa revolução, podendo aproveitar sem retribuição os seus serviços. Além do desenvolvimento social que esta abolição presume para quem vivia na condição de escravos, também se fez valer o direito correspondente a uma plena identificação como cidadão e, para tanto, receberam uma cédula com todos os direitos e deveres do seu novo estado.


Fonte: THC

Nenhum comentário: