quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

27 de fevereiro de 1970: Médici afirma que é cedo e preserva AI-5

27/02/2013 - 09:01 | Enviado por: Lucyanne Mano


Durante a primeira entrevista coletiva como Presidente da República, quando apresentou seu projeto político à nação brasileira, Emílio Garrastazú Médici afirmou que era cedo para revogar o AI-5, assim como considerou tardia sua edição, pelo Presidente Costa e Silva, em 13 de dezembro de 1968.

O descontentamento da opinião pública foi imediato. Comprometeu a atmosfera de otimismo e esvaziou a esperança brasileira de exercer, num futuro próximo, a democracia no país.

Depois de dizer que nunca afirmou que ao fim do seu Governo entregaria o país em pleno regime democrático, como alguns entenderam na primeira manifestação pública ao tempo em que foi indicado à presidência, Médici lembrou suas palavras àquela ocasião, ratificando que afirmou apenas sua intenção: "A plena democracia é ideal que, se em algum lugar já se realizou, não foi certamente no Brasil. Tomei parte na primeira Revolução, a de 1930, à procura desse ideal, e ainda não o vi".
Para continuar lendo clique aqui.
Fonte: JBlog

Nenhum comentário: