terça-feira, 2 de abril de 2013

1792 - Congresso dos EUA define dólar de prata como moeda nacional


Em 2 de abril de 1792, o Congresso dos Estados Unidos aprovava a “The Coinage Act“ (Lei da Cunhagem), que criava a primeira casa da moeda norte-americana e estabelecia o dólar de prata como unidade monetária de referência do país.

Wikicommons
O nome da moeda havia nascido quase três séculos antes na aldeia tcheca de Jáchymov, uma pequeña localidade encravada no alto do vale de Krusnéhory, parte ocidental da atual República Tcheca, muito próximo da fronteira com a Alemanha, conhecida desde a Idade Média pela riqueza de suas minas.
Ali, em 1519, o conde Hyeronimus Shlick começou a fundir e cunhar secretamente em seu castelo as “groschen”, uma série de moedas de prata. Após a regularização das peças metálicas, as “groschen” foram rebatizadas como Joazhimsthalergulden ou Joachimsthalergroschen, em virtude da denominação alemã do vale: Joachimsthal. Esses nomes foram posteriormente encurtados em primeiro lugar para “talergroschen”, e mais tarde para “talers” o “thalers“. Os “thalers” se expandiram por meio mundo, inclusive a Espanha. Na Escócia, o termo “taler” derivou com os anos para “dollar“.

(Primeira Casa da Moeda - "Mint"- dos EUA, em Philadelphia, capital do país na época)
A escassez de dinheiro inglês nas colônias da América do Norte, motivada pela proibição de Londres de exportar moedas para fora da Grã Bretanha, levou a que os colonos utilizassem habitualmente moedas de prata estrangeiras, principalmente do vizinho Novo México español.
O “dólar de pilares“, uma moeda espanhola que mostrava em seu verso os hemisférios oriental e ocidental com um grande pilar em cada lado, como recordação das colunas de Hércules, era a moeda espanhola mais comum nas colônias britânicas quando eclodiu a Guerra de Independência (1775-1783).
Após a assinatura do Tratado de Paris, no fim desse período, que reconheceu a independência dos Estados Unidos, o Congresso norte-americano decretou que “a unidade monetária dos Estados Unidos da América seja um dólar”. Em 1794, dois anos depois da aprovação da  “The Coinage Act”, começavam a cunhar os primeiros dólares de prata (na imagem).

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                          Reprodução
O mote “In God We Trust” (Confiamos em Deus) foi introduzida nas moedas locais em grande medida em virtude do crescente sentimento religioso existente durante a Guerra de Secessão (1861-1865). O Secretário do Tesouro, Salmon Chase, recebeu muitos apelos de devotos espalhados pelo país instando que os Estados Unidos identificassem oficialmente a divindade nas moedas norte-americanas. Segundo registros do Departamento do Tesouro, o primeiro apelo veio numa carta datada de 13 de novembro de 1861 enviada ao secretario Chase pelo reverendo M. R. Watkinson, ministro do Evangelho de Ridleyville, Pensilvânia.
Fonte: Opera Mundi

Nenhum comentário: