sexta-feira, 5 de abril de 2013

4 de abril de 1968: O assassinato de Martin Luther King

04/04/2013 - 11:00 | Enviado por: Lucyanne Mano

"I have a dream that my four little children will one day live in a nation where they will not be judged by the color of their skin but by the content of their character". Luther King


Líder da luta pelos direitos civis, Martin Luther King, 39 anos, foi assassinado com um tiro no pescoço. Encontrava-se sozinho na varanda do hotel em que se hospedara, em Tennessee, quando foi alvejado. Conduzido imediatamente ao hospital, morreu instantes após ser internado, sem dizer uma só palavra, nem esboçar qualquer gesto.

Assim que a população tomou conhecimento do assassinato ocorreram saques, tiroteios e incêndios. O presidente em exercício, Lindon Johnson, falando pelo rádio e televisão ao País, fez um apelo para que o povo evitasse a violência além de pediu a união de todos os americanos no luto pela morte do líder. Apóstolo da não-violência, Luther King discordava dos líderes mais radicais do Poder Negro, sem fugir ao diálogo com eles. Como uma espécie de ponte entre radicais e conservadores, conseguiu se afirmar na liderança negra de maior prestígio no país e no exterior.

Para continuar lendo clique aqui.
Fonte: JBlog

Nenhum comentário: