sábado, 25 de maio de 2013

Acervo de Nicolau Vergueiro disponível a comunidade

Mais um espaço para estudantes e a comunidade aprofundarem seus conhecimentos em história. Foi inaugurada a Sala de Acervos Privados com mais de mil obras da biblioteca pessoal de médico e político passo – fundense Nicolau Araújo Vergueiro

Redação Passo Fundo
(Redação Passo Fundo / DM)

redacao@diariodamanha.net


Livros, revistas, muitas fotografias, peças que remontam uma época e contam parte da história de um homem que se confunde com o próprio momento político e social que a cidade e o país vivia. Foi inaugurada na tarde desta quinta-feira, 23, a Sala Acervos Privados – Fundo Nicolau Araújo Vergueiro, que faz parte do Arquivo Histórico Regional, um espaço com mais de mil obras da biblioteca particular do médico e político Nicolau de Araújo Vergueiro. Conforme o professor do curso de História da UPF e um dos coordenadores do Arquivo Histórico Regional, Álvaro Antonio Klafke, existe um material riquíssimo para pesquisa na biblioteca de Nicolau. “Temos no Arquivo Histórico Regional vários tipos de acervos, documentos públicos e acervos privados, que no caso são doados por um particular. Inauguramos essa Sala de Acervos Privados com obras de Nicolau de Araujo Vergueiro que foi colecionada ao longo de seus anos de vida, é um riquíssimo material, formado desde o fim do século XIX e início do XX e também conta com revistas do inicio do século, acervo fotográfico de fotos da família além de um livro de memórias do Dr. Nicolau Araujo Vergueiro que foram escritas no ano de 1935 e 1937 quando ele foi deputado federal no Rio de Janeiro”, explica.



(Inaugura Sala Acervos Privados - Fundo Nicolau Araújo Vergueiro / FOTO JÉSSICA FRANÇA)


Para o presidente do Instituto Histórico de Passo Fundo, Dr. Pedro Ari Veríssimo, esse foi um grande ganho para a população passo-fundense, já que são raríssimas as bibliotecas familiares, com obras tão antigas como de Nicolau Vergueiro. “Esse acervo é riquíssimo em todos os aspectos ele retrata um período de muitos anos do Nicolau Araújo Vergueiro, o diário escrito a mão em 8 volumes, isso vai fazer uma ligação da historia de Passo Fundo e mais a riqueza intelectual das obras de sua biblioteca desde 1917, são almanaques, revistas e inúmeros livros. A comunidade vai encontrar tudo praticamente que havia naquela época a diversidade cultural, é um patrimônio que ficou a pedido dele antes de morrer, guardado. Ele pediu que fosse fechada a sua biblioteca e fosse aberta novamente após 50 anos para os filhos doarem. A família doou para O Instituto Histórico mas como não tínhamos condições de cuidar, fizemos uma parceira com a UPF e o Museu Histórico Regional, que destinou uma sala para que fosse exposto ao público”, relata Veríssimo.

De acordo com Veríssimo em julho deve ser feito outro evento pelo Instituto Histórico na Sala se Acervos. O reitor da Universidade de Passo Fundo, José Carlos Carles de Souza, falou da importância desse material para comunidade. “A UPF sente-se honrada em poder oferecer o espaço Nicolau Vergueiro, que detém as obras da biblioteca pessoal do Dr. Nicolau de Araujo vergueiro bem como de sua vida pessoal e da época que o país vivia. Todo acervo esta guardado agora no Arquivo Histórico Regional, um espaço criado pela UPF para destinar a essa acervo tão valioso, bonito que poderá servir de espaço de pesquisa para todos os acadêmicos e para comunidade”, diz.


(Depois de ficar 50 anos guardado, acervo da biblioteca de Nicolau Araújo Vergueiroestá disponível para comunidade / FOTO JÉSSICA FRANÇA)

Conheça o Arquivo Histórico Regional

O Arquivo Histórico Regional (AHR) iniciou suas atividades com a denominação de Museu e Arquivo Histórico Regional, no Campus I, em 1984. Após uma reorganização física e nominativa recebeu a designação atual e foi alocado no Campus III da UPF, no centro de Passo Fundo, onde permanece até o momento. O AHR está vinculado ao Programa de Pós-Graduação em História da UPF e ao curso de Graduação em História, servindo de local de guarda e conservação e, sobretudo, de laboratório para pesquisadores da cidade e região, vetor para a produção do conhecimento. A criação e manutenção do Arquivo derivam justamente da preocupação com a preservação de conjuntos documentais de Passo Fundo e região e com a sua mobilização para a pesquisa acadêmica.


(Novo espaço oferece mais de mil obras para pesquisa / FOTO JÉSSICA FRANÇA)

Acervo 
Arquivos de Comunicação Social: Conjuntos de periódicos editados pela imprensa, por empresas e associações: jornais, revistas, informativos, almanaques. São também as publicações não periódicas editadas sob a responsabilidade de órgãos da imprensa: coletâneas de literatura, manuais de redação, obras impressas em fascículos. São, ainda, as publicações não periódicas editadas pela imprensa, por empresas e associações com o objetivo de informar sobre atualidades e de noticiar eventos: álbuns comemorativos, álbuns de sociedade, guias turísticos.

Arquivos Públicos: Conjuntos de documentos produzidos por órgãos governamentais no exercício de suas atividades. São discursos, portarias, acórdãos, livros de protocolo, correspondências. No Arquivo Histórico Regional (AHR), você pode encontrar documentos produzidos pelos três poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário – nos três níveis de sua atuação – federal, estadual e municipal. No nível estadual e municipal, o AHR concentra seu acervo exclusivamente na documentação produzida pelos governos do Rio Grande do Sul e de Passo Fundo.

Arquivos Sociais: Documentos produzidos por entidades coletivas de funções representativas, benemerentes ou educacionais. É a documentação pertencente a sindicatos, a universidades, a sociedades, a fundações. No AHR, você pode encontrar documentos produzidos por entidades com sede em Passo Fundo, tais como a Fundação Universidade de Passo Fundo, a Cruz Vermelha Brasileira – Filial Passo Fundo, o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários e o Sindicato dos Empregados no Comércio de Passo Fundo.

Biblioteca Auxiliar: Consiste em uma relação da bibliografia auxiliar disponível para pesquisa. Sua catalogação está em fase final, sendo posteriormente disponibilizada para consulta virtual.

O horário de atendimento do Arquivo Histórico Regional é de: segunda á sexta-feira das 8h às 11:30h e das 13:30 às 17:30h. A Sala de Acervos Privados está localizada no Campus III da UPF – Centro, entrada pela Av. Brasil.

Nenhum comentário: