sexta-feira, 24 de maio de 2013

Generais foram subornados pelo Reino Unido para Espanha não entrar na Segunda Guerra

O serviço secreto britânico, conhecido como MI6, financiou generais espanhóis para que eles tentassem convencer o general Francisco Franco a não entrar na Segunda Guerra Mundial do lado do Eixo, composto por Alemanha, Itália e Japão.

De acordo com documentos desclassificados analisados pelo jornal The Guardian, o valor desembolsado chegou a US$ 232 milhões, em cifras atuais.

Wikicommons

Encontro entre Hitler e Franco, em outubro de 1940, aumentou apreensão entre os britânicos


A operação, organizada pelo então embaixador do Reino Unido em Madri, Samuel Hoare, foi realizada por meio de uma conta de um banco suíço estabelecido em Nova York.

Em junho de 1940, nove meses depois que a Alemanha invadiu a Polônia, Hoare pediu que o Ministério de Relações Exteriores enviasse o dinheiro “sem atrasos”. “A entrada ou não da Espanha na guerra depende da rapidez da nossa atuação”, afirmou o diplomata britânico.

Segundo o historiador Jorge Reverte, “Franco ficou jogando com a possibilidade de entrar na guerra até 1942, quando o desembarque aliado no norte da África acabou com as chances de uma vitória nazista”. 


Fonte: Opera Mundi

Nenhum comentário: