terça-feira, 20 de agosto de 2013

19 de agosto de 1936: Federico Garcia Lorca é assassinado

19/08/2013 - 10:42 | Enviado por: Lucyanne Mano


"Na Espanha, os mortos são mais vivos que os mortos dos outros países do mundo". Federico Garcia Lorca

Após ser preso, vítima de denúncia anônima, o escritor e dramaturgo Federico Garcia Lorca, 37 anos, foi fuzilado, de costas, em alusão a sua homossexualidade, por soldados da tropa franquista, nos primeiros instantes da Guerra Espanhola (1936-1939). Seu corpo foi jogado num canto da Sierra Nevada. Como intelectual de vanguarda e de tendências homossexuais, Lorca era um inimigo natural de um regime autoritário numa Espanha católica. Com seu desaparecimento precoce, encerrava-se um período da cultura hispânica.

Mas ao contrário do que imaginaram seus executores ao silenciá-lo, o crime teve repercussão em todo o mundo. Lorca transformou-se em figura simbólica da opressão, suscitando diversas manifestações contra o regime, principalmente na classe intelectual.

Para continuar lendo clique aqui.
Fonte: JBlog

Nenhum comentário: