quinta-feira, 22 de agosto de 2013

21 de agosto de 1968: Sob armas, o fim da Primavera de Praga

21/08/2013 - 10:25 | Enviado por: Lucyanne Mano


"Ilógica e irracional, a invasão soviética a Praga aconteceu. O povo tentou resistir, mesmo com blindado, aviões e pára-quedistas russos nas ruas. Houve mortos e feridos, tiros, rajadas de metralhadoras... A fragmentação do campo comunista deve agravar-se. As relações soviético-norte-americanas tendem a deteriorar. O desarmamento pode ser definitivamente esquecido". Jornal do Brasil

Era madrugada quando Praga foi surpreendida com a invasão de 200 mil soldados dos países do Pacto de Varsóvia, que tomaram de sobressalto a capital da Tchecoslováquia com carros blindados e tanques de guerra. O povo tcheco não atendeu ao apelo oficial de não oferecer resistência, e saiu às ruas pronto para contestar as tropas dos soviéticos e seus aliados. As conseqüências foram trágicas. Sob o fogo dos canhões e das balas de metralhadora, os jovens heróis reduziram-se a vítimas: um saldo de mais de 50 mortos e 300 feridos. As cenas de rebeldia e destruição repetiram-se em diversas outras cidades do país.


Para continuar lendo clique aqui.
Fonte: JBlog

Nenhum comentário: