quarta-feira, 6 de novembro de 2013

5 de novembro de 2006: Forca para Saddam Houssein

04/11/2013 - 16:30 | Enviado por: Lucyanne Mano


"Vocês não decidem. São servos dos invasores, marionetes. Malditos sejam vocês e seu tribunal. Alá é o maior, Alá é o maior, Alá é o maior".

A audiência durou intermináveis 50 minutos. Indignado, o ex-ditador passou boa parte do tempo gritando protestos e rogando pragas: "Malditos sejam vocês e seu tribunal".
Ao entrar, Saddam tinha o Corão na mão, como sempre fez desde que o julgamento começou, em outubro de 2005. Imediatamente, o juiz Raoulf Rasheed Abdul Rahman se preparou para ler a sentença. O réu deveria levantar, como é de praxe. Não para Saddam, que se recusou e foi erguido por guardas.

Quando Rahman começou a ler a lista de crimes dos quais todos era acusado, Saddam iniciou o que parecia um mantra: "Vida longa ao povo. Vida longa à nação árabe. Abaixo os espiões. Alá é maior, Ala é maior, Alá é maior..." Restou ao juiz um único comentário: "Sr. Saddam Hussein, isso não faz sentido".
Para continuar lendo clique aqui.
Fonte: JBlog

Nenhum comentário: