quinta-feira, 7 de novembro de 2013

7 de novembro de 2013: O centenário de Albert Camus

07/11/2013 - 00:00 | Enviado por: Lucyanne Mano


Albert Camus nasceu na Argélia, a 7 de novembro de 1913. Licenciado e diplomado em estudos superiores, teve que renunciar à carreira universitária por motivos de saúde. Seus pais eram camponeses pobres e sua vida foi uma luta pessoal contra a tuberculose. A África serviu de cenário para muito de seus livros. Em A Peste (1947), ele contou a luta de homens contra a epidemia avassaladora que minava o norte da África. Apresentando os problemas da Argélia sob um ponto de vista puramente literário, conservou-se sempre à margem do choque entre o nacionalismo argelino e a França.

Romancista, teatrólogo, pensador político, psicólogo e sociólogo do destino humano em sua forma de exasperação salvadora, Camus bem podia centralizar, pelo poder de sua inteligência, as forças represadas da comunidade ocidental que sobreviveu à Segunda Guerra. Seu pensamento mergulhava fundo na ansiedade do homem desta época, e seus valores éticos - embora confessadamente agnósticos - apontavam corajosamente para o elenco das normas cristãs: o heroi é o que se planta no meio das exigências vitais, e neste meio o cristianismo se levanta como um promontório de resistência para a integridade do homem.

Para continuar lendo clique aqui.
Fonte: JBlog

Nenhum comentário: