quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Seminário Institucional avalia ações do Pibid

Evento reuniu professores e bolsistas para avalição e apresentação dos trabalhos realizados ao longo do ano

Foto: Caroline Simor
Professores, coordenadores e bolsistas participaram do seminário de avalição
Desde 2010 a Universidade de Passo Fundo (UPF) desenvolve ações em parceria com a Capes por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). Para avaliar e apresentar as ações desenvolvidas por mais de 300 acadêmicos de diversas licenciaturas, a UPF realizou na manhã dessa quinta-feira (14/11) o 5º Seminário Institucional do Pibid, no auditório da Faculdade de Direito, Campus I.

A parceria entre a UPF e a Capes propõe o desenvolvimento de atividades que propiciem aos estudantes bolsistas um contato direto e contínuo com o ambiente escolar, reconhecendo e interagindo com as potencialidades e demandas da escola pública desde o início de sua formação profissional nos cursos de licenciatura integrantes do Programa.

Presente no evento, a vice-reitora de Graduação Neusa Maria Henriques Rocha ressaltou a importância do Programa para a Instituição e a mudança percebida na realidade das escolas com a participação dos acadêmicos e professores. “É uma alegria recebê-los – acadêmicos pibidianos, coordenadores de área da UPF, que fazem parte de nossos cursos de Licenciatura, e professores das escolas de educação básica. O trabalho desenvolvido pelo Pibid tem proporcionado elevar a qualidade da escola pública, das ações acadêmicas e da formação dos nossos estudantes de licenciatura. É um programa que vem, não só integrando a UPF e as escolas de educação básica da região, mas incentivando o jovem a escolher a carreira de professor”, frisou.

Momento para refletir, avaliar e planejar novas ações
Para a coordenadora de áreas do Pibid, professora Marlete Dietrich, o seminário realizado é um momento fundamental de avaliação dos projetos desenvolvidos e de reflexão acerca do que pode ser melhorado. Ela lembra que esta é a última atividade do edital Pibid que está em andamento. Ao mesmo tempo, Marlete destacou que a UPF já está concorrendo em um novo edital da Capes, para dar sequência às atividades em 2014. “É um momento de parada, em que reunimos os bolsistas licenciandos, professores de escolas públicas e os professores da UPF que coordenam cada área para uma reflexão. Queremos justamente refletir e avaliar. Esse é o último seminário da proposta firmada em 2010, pois a parceria se encerra em dezembro. Já estamos concorrendo a um novo edital e esperamos que em 2014 possamos seguir com uma nova plataforma e novas ações”, ressaltou a coordenadora.


A vivência da sala de aula é um dos pontos mais importantes do Pibid na opinião da acadêmica Aline Garbin, acadêmica do 7º nível do curso de Matemática e participante do Programa. Para ela, as ações ajudam a ter mais segurança na hora de encarar a sala de aula. “O estágio é importante pela experiência de sala de aula que adquirimos. Por meio dele, conseguimos uma vivência supervisionada antes de assumirmos como docentes, e isso é fundamental para que possamos realizar um bom trabalho”, observou.

Na avaliação dos professores que acompanham os acadêmicos nas escolas, é visível a mudança da prática docente desses ambientes. “O Pibid foi de fundamental importância para que os futuros professores conhecessem melhor o mundo da escola. Hoje temos uma realidade antes de depois do Programa, pois o acadêmico está contato com o dia a dia do espaço escolar, os desafios e os diferentes contextos, ganhando uma base sólida, além de estar sempre em busca de melhorias e novas possibilidades”, destacou a professora Janete Crus, do Instituto Cecy Leite Costa, uma das escolas participantes do Programa.

A programação do Seminário também contou com uma palestra sobre Resolução de conflitos em sala de aula, ministrada pelas professoras Teresinha Scorsato e Ana Luiza Funghetti, ambas do Serviço de Atenção ao Estudante (SAEs) da UPF. Foi realizada, ainda, a análise de um filme com supervisão do professor Gerson Trombeta, do curso de História e uma exposição de trabalhos desenvolvidos pelos acadêmicos. A atração artística que animou o Seminário ficou a cargo dos bolsistas Pibid do curso de Música.


Nenhum comentário: