segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

UPF conquista conceito 4 no Índice Geral de Cursos divulgado pelo MEC, em escala que vai até 5

Instituição comemora o índice, que sintetiza num único indicador a qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado

Foto: Carla Vailatti
Avaliações oficiais ratificam qualidade educativa da UPF
O ano de 2013 é mais um a ficar na história da Universidade de Passo Fundo (UPF). Ao completar quatro décadas e meia de sua criação, a maior Universidade da região comemora a conquista do conceito 4 no Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC). O indicador foi divulgado neste dia 06/12, no Diário Oficial, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, vinculado ao Ministério da Educação (Inep/MEC). Também foram divulgados na mesma data os conceitos preliminares de cursos avaliados recentemente. A UPF se destaca por ter oito cursos com conceito 4 no Conceito Preliminar de Curso (CPC) e 15 cursos com conceito 3. Recentemente, no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), 23 graduações obtiveram conceitos 3 e 4, numa escala de 1 a 5 (máximo).

O IGC é um indicador de qualidade de instituições de educação superior que considera, em sua composição, a qualidade dos cursos de graduação e de pós-graduação (mestrado e doutorado). No que se refere à graduação, é utilizado o CPC, e no que se refere à pós-graduação, é utilizada a Nota Capes. Das 2.171 instituições de todo o país que foram avaliadas, apenas 14,5% atingiram conceito 4. A UPF ocupa a 69ª posição no país.

Na opinião do reitor, José Carlos Carles de Souza, as avaliações dos diferentes cursos e, especialmente, o conceito conquistado pela UPF no IGC reafirmam o conceito 4 que o MEC emitiu por ocasião do processo de recredenciamento da Universidade. “Temos demonstrado nosso compromisso com a excelência educacional. Como gestores, procuramos subsidiar o trabalho da comunidade acadêmica, oferecendo condições para o desenvolvimento do ensino de qualidade, com políticas de incentivo à pesquisa, à extensão e à inovação, e ampliando a internacionalização”, enfatiza.

A vice-reitora de Graduação, professora Neusa Maria Henriques Rocha, comemorou os resultados divulgados pelo MEC. Ela avaliou que o compromisso da UPF com a formação de profissionais qualificados e que contribuam com o desenvolvimento da sociedade é ratificado pelas avaliações oficiais e por indicadores como o Guia do Estudante, o Ranking Universitário da Folha de São Paulo e os Prêmios Santander Universidades, que há vários anos destacam as graduações da Instituição.

Como cada área do conhecimento é avaliada de três em três anos no Enade, o IGC leva em conta sempre um triênio. A coordenadora da Divisão de Avaliação Institucional da UPF e presidente da Comissão Própria de Avaliação (CPA), professora Magda Moreira, salienta a importância dos resultados alcançados e reconhece que essa conquista deve-se ao intenso trabalho que a Instituição vem desenvolvendo em prol da qualidade educativa. “O resultado reflete o esforço conjunto de toda a comunidade acadêmica que se empenha, cotidianamente, para garantir qualidade acadêmica”, destaca.

Conceito satisfatório no CPC
Em 2012, foram avaliados 8.184 cursos nas áreas de ciências sociais aplicadas, ciências humanas e áreas afins, além dos eixos tecnológicos de gestão e negócios, apoio escolar, hospitalidade e lazer, produção cultural e design. Na UPF, quatro cursos de Direito obtiveram conceito 4 no CPC: os cursos ofertados nos campi Carazinho, Casca, Passo Fundo e Soledade. Além destes, o curso de Psicologia do campus Passo Fundo; a graduação em Ciências Contábeis (Carazinho); e os cursos de Gestão em Recursos Humanos e de Publicidade e Propaganda, ambos do campus Passo Fundo, também alcançaram o conceito 4 no CPC, demonstrando excelência na formação de seus estudantes.  Gestão de Recursos Humanos e Psicologia também atingiram ambos a 6ª colocação entre os cursos ofertados no Rio Grande do Sul.


O CPC leva em conta diferentes medidas da qualidade de um curso. As medidas utilizadas são: o Conceito Enade (que mede o desempenho dos concluintes), o desempenho dos ingressantes no Enade, o Conceito IDD, que é o Indicador de Diferença dentre os Desempenhos Observado e Esperado, e as variáveis de insumo. O dado ‘variáveis de insumo’ considera o número de mestres e doutores, o regime de trabalho dos docentes, a infraestrutura e a organização didático-pedagógica.

Os cursos que obtiveram conceito 3 no CPC foram: Administração dos campi Carazinho, Casca, Lagoa Vermelha, Passo Fundo, Sarandi e Soledade; Direito na UPF Lagoa Vermelha e UPF Sarandi; Ciências Econômicas em Passo Fundo; Ciências Contábeis nos campi Casca, Passo Fundo e Soledade; Secretariado Executivo em Passo Fundo; Gestão Comercial em Casca, e Jornalismo, em Passo Fundo.  Os cursos com CPC satisfatório, que é igual ou superior a 3, têm o reconhecimento renovado automaticamente. 

Nenhum comentário: