terça-feira, 1 de abril de 2014

Mídia e ditadura em debate na abertura de exposição do MHR

Foto: Vinícius Coimbra/NEXJOR/FAC
Debate resgatou a história da ditadura
O Museu Histórico Regional (MHR) realizou na noite de segunda-feira, 31 de março, o seminário de abertura da exposição “Mídia e Ditadura e Ditadura da Mídia”, no auditório do teatro do Sesc, em Passo Fundo. Participaram como debatedores o professor e pesquisador Tau Golin, o historiador José Ernani de Almeida, o escritor Ruy de Oliveira e o jornalista Ivaldino Tasca. O encontro, que resgatou a história da ditadura em Passo Fundo que não está nos livros e jornais, foi organizado pela especialista em Direitos Humanos Dagmar Camargo.

Para lembrar os 50 anos do Golpe Militar no Brasil, o seminário reuniu estudantes da área da comunicação, pessoas ligadas a movimentos estudantis e a comunidade em geral. Um dos participantes do seminário foi o escritor, poeta e cronista Ruy de Oliveira, que volta a Passo Fundo, sua cidade natal depois de 60 anos. Oliveira comentou que a ditadura foi uma época de sombras para o Brasil. "As pessoas não tinham segurança, foi muito triste”, ressaltou o escritor. A ditadura foi uma época de repressão também para Ivaldino Tasca. "O medo era constante durante a ditadura. Medo todos os dias, meses, durante 20 anos”, disse Tasca, acrescentando que as pessoas que querem a volta da ditadura não sabem o que é viver com medo.

O encontro também contou com a presença de José Ernani de Almeida, que comentou a censura musical na época e lembrou-se da música: "Pra não dizer que não falei das flores”, quando citou um episódio de sua época de radialista durante a ditadura. Já Tau Golin, acredita que a ditadura atrasou a experiência da democracia no Brasil. “É errado achar que a Ditadura Militar foi uma polaridade entre ditadura e democracia. O Brasil sempre foi um país autoritário, na política e nas relações”, afirmou Tau Golin.

Logo depois do seminário aconteceu a Vigília Popular e Estudantil contra o Golpe Militar. na Praça do Teixerinha, em Passo Fundo.

A exposição
“Mídia e Ditadura e Ditadura da Mídia” reúne peças referentes ao período da ditadura que remetem à comunicação e mídia, como rádios, aparelhos de televisão, transmissores, discos, documentos, máquinas de escrever.


Interessados em visitar a exposição devem ir ao MHR (Avenida Brasil, 758, Centro) de terça a sexta-feira, das 8h30min às 17h30min (sem fechar ao meio-dia), e aos sábados e domingos, das 13h30min às 17h30min. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (54) 3316-8586 e (54) 3316-8587, pelo e-mail mhr@upf.br e na página do museu no Facebook.

NEXJOR/FAC

Nenhum comentário: