quinta-feira, 18 de setembro de 2014

AHR/UPF entrega premiação aos vencedores do I Concurso de Quadrinhos

Avaliação criteriosa elegeu quatro histórias em duas categorias. Trabalhos premiados serão publicados em um livro

Foto: Alessandra Pasinato
Além da premiação, evento contou com palestra do professor Adelar Heinsfeld
Conhecer e estimular a produção de estudos sobre a diversa e complexa realidade sócio-histórica de Passo Fundo foi o que motivou o Arquivo Histórico Regional (AHR) da Universidade de Passo Fundo (UPF) a realizar uma ação inovadora. A fim de valorizar as histórias e memórias da comunidade local, o Arquivo propôs um concurso de quadrinhos, que envolveu alunos de escolas estaduais e municipais, além de universitários e desenhistas não-profissionais. Após uma avaliação rígida e criteriosa de todos os trabalhos inscritos, quatro foram escolhidos em duas categorias e os vencedores foram conhecidos em um evento realizado na noite de quarta-feira (17/09).

A Academia Passo-fundense de Letras foi o palco da cerimônia de premiação do I Concurso de Quadrinhos do AHR, evento que contou ainda com uma palestra do professor Adelar Heinsfeld, que abordou o tema “Passo Fundo: histórias e memórias”. Os trabalhos premiados serão publicados no Volume III da Coletânea Momento Patrimônio, que tem previsão de lançamento no final de 2014.

Conforme a professora Gizele Zanotto, o Concurso de Quadrinhos é uma das atividades que integram a programação comemorativa ao aniversário de 30 anos do AHR e de 60 anos do Instituto Histórico de Passo Fundo. Segundo ela, o objetivo é promover aos alunos em pensar a história de Passo Fundo. “Por mais que tenhamos uma produção literária bastante expressiva, isso não chega no cotidiano escolar que é onde inicia a formação da cidadania. Precisamos começar a pensar e perpassar a história em todos os ambientes, valorizar não só as histórias e memórias, como pensar em quanto é possível usufruir do AHR para produzir esse conhecimento”, salienta.

Reconhecimento
Aos 10 anos, o aluno do 5º ano do Notre Dame, Ricardo Augusto Müller Germani, foi um dos premiados no Concurso. Para fazer a história do aviador Ruy Della Méa, ele conta que leu textos na internet. “Fui colocando algumas partes que achei importante e fazendo a história”, comenta. Segundo o menino, que gosta de desenhar, a premiação já era esperada e ficou feliz com o reconhecimento.


Além dos alunos premiados pelos seus trabalhos, a Escola Estadual de Ensino Fundamental João Roso, localizada no interior de Passo Fundo, foi agraciada com menção honrosa pela participação no concurso. Ao todo, a escola inscreveu oito trabalhos e, conforme a professora Jubila Chaise Carapeços, mais do que a produção de histórias, a participação motivou aprendizado aos alunos. “Recebemos o folder e iniciamos um trabalho em sala de aula, passando vídeos falando da história de Paso Fundo, da Batalha do Pulador, da Lenda da Mãe Preta e cada aluno escolheu uma história que se identificou para fazer os quadrinhos. Os alunos são bem receptivos e gostaram do trabalho”, comenta.

Premiados
Categoria Estudantes do Ensino Básico:
1º lugar – Júlia Pietra Sonda Pierezan, da Escola Estadual Dr. Ruy Piégas da Silveira de Espumoso/RS. Com a historieta: Mãe Preta, Uma lenda.
2º lugar – Ricardo Augusto Müller Germani, da Escola Notre Dame de Passo Fundo/RS. Com a historieta: A história do Aviador Ruy Della Méa.
Categoria Acadêmicos de Graduação e desenhistas não-profissionais:
1º lugar – Rafael Ramos dos Santos, da Escola Joaquim Fagundes dos Reis de Passo Fundo/RS. Com a historieta: A revolta dos Motoqueiros.
2º lugar – Renata Ligia Sager Thibes, do curso de Administração da UPF. Com a historieta: Passo Fundo, uma paixão no Norte gaúcho.

Nenhum comentário: