sábado, 1 de novembro de 2014

Governo da Suécia reconhece Estado palestino

30 de outubro de 2014

É o primeiro país da Europa ocidental a tomar tal decisão
O governo sueco reconheceu nesta quinta-feira (30), por decreto, o Estado da Palestina, o primeiro país ocidental da União Europeia (UE) a tomar esta decisão. A ministra sueca das Relações Exteriores, Margot Wallström, disse à imprensa local que a decisão tem como objetivo contribuir com uma região marcada por impasses, guerras e frustração.
A maioria dos 193 países da ONU já reconhece o Estado Palestino – incluindo o Brasil. Na Europa, alguns países do leste europeu também reconheceram o status dos territórios palestinos, principalmente quando faziam parte do bloco comunista.
Em artigo publicado no jornal Dagens Nyheter, a ministra das Relações Exteriores da Suécia, Margot Wallstrom, afirma: “Hoje, o governo toma a decisão de reconhecer o Estado da Palestina. É um passo importante que confirma o direito dos palestinos à autodeterminação”.
Nyheter diz que espera que a decisão estimule outros países nesta direção e continua: “O governo considera que estão reunidos os critérios do direito internacional para um reconhecimento do Estado da Palestina: um território, mesmo sem fronteiras fixas, uma população e um governo”.

Nenhum comentário: