quarta-feira, 29 de abril de 2015

Mestrandos e doutorandos do PPGH dividem experiências com acadêmicos de graduação

Série de oficinas permite que interessados em ingressar no curso de pós-graduação stricto sensu possam conhecer o funcionamento do programa e metodologias de pesquisa

Foto: Leonardo Andreoli
Primeira oficina teve como tema a História Regional: uma escolha metodológica para (re)construir a história global
O projeto Diálogos com Clio: trajetórias de pesquisa, do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Passo Fundo (PPGH/UPF), realizou sua primeira oficina no final da tarde desta segunda-feira (27/04). O objetivo é  de promover a interação entre os acadêmicos de graduação e pós. Encontros mensais acontecem até o mês de novembro. As vagas para as oficinas são limitadas e os interessados podem se inscrever gratuitamente pelo e-mail pghis@upf.br. As atividades se iniciam sempre às 17h, e serão realizadas no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), no Campus I da UPF.

Conforme a professora Ana Luiza Setti Reckziegel a iniciativa busca proporcionar um momento de encontro por meio do qual, uma vez por mês, os graduandos terão a oportunidade de conversar com os doutorandos e mestrandos do PPGH. “Os alunos do PPGH falarão sobre suas trajetórias de pesquisa, como escolheram seus temas, das fontes que usaram para fazer a pesquisa, o estabelecimento da temática, enfim, toda a trajetória de desenvolvimento do trabalho”, salienta. Além dos acadêmicos de graduação da UPF, pessoas que tenham interesse em ingressar no PPGH também podem participar dos encontros para conhecer o funcionamento.

História Regional
O projeto visa ainda possibilitar a discussão sobre o conceito de história regional, que é a área de concentração do PPGH. “Às vezes o conceito é entendido a partir do senso comum de que a história regional seria uma história da região, quando não é isso. A história regional é uma metodologia que se usa para verificar temas que são comuns a história nacional e internacional com ênfase na região”, esclarece. Além de pessoas da área da história, o PPGH está aberto a egressos de outras áreas que tenham interesse em desenvolver suas pesquisas. A professora explica que as oficinas que serão ministradas demonstram isso, por congregar profissionais da área do direito, música, comunicação, entre outras.

A primeira oficina teve como tema a História Regional: uma escolha metodológica para (re)construir a história global. Ela foi ministrada pelos doutorandos do PPGH Túlio Paz e Felipe Abal. Além deste encontro, o PPGH oferecerá, em parceria com a Associação de Pós-graduandos em História, outras oficinas nas quais os mestrandos e doutorandos apresentarão as pesquisas que estão em desenvolvimento e os passos até se chegar ao trabalho final.


Confira o cronograma das próximas oficinas
26 de maio
Política e coronelismo no RS - Palestrante: doutorando Giovani Balbinot
24 de junho
Os arquivos judiciais como fonte de pesquisa: um trabalho interdisciplinar - Palestrante: doutorando Felipe Abal
03 de agosto
A Guerra do Paraguai e as injunções regionais - Palestrante: doutorando Fabiano Teixeira
01 de setembro
Rock e ditadura no Rio Grande do Sul - Palestrante: mestre Alexandre Sagioratto
30 de setembro
Relações EUA x China : uma região internacional - Palestrante: doutorando Emanuel Reichert
29 de outubro
História rural e ocupação territorial no norte do RS - Palestrante : mestre Felipe Berté
16 de novembro
Fotografia como fonte histórica - Palestrante: mestranda Fabiana Beltrami




Fonte: Imprensa UPF

Nenhum comentário: