domingo, 17 de maio de 2015

Interdisciplinaridade foi marca das discussões no I Workshop História e Judiciário

Entre 14 e 15 de maio foi realizado na UPF o I Workshop História e Judiciário e II Seminário História, Memória e Judiciário promovido pelo Programa de Pós-Graduação em História por meio do Arquivo Histórico Regional, com apoio do Memorial da Justiça do Trabalho da 4a. Região, da Faculdade de Direito e do Instituto Histórico de Passo Fundo. Pesquisadores de todo estado, assim como conferencistas de renome participaram do evento.

Segundo a coordenadora do evento, profa. Dra. Gizele Zanotto (PPGH/UPF) o evento tem uma história sui generis em sua própria criação e organização. "Em 2014, durante uma reunião da equipe do Arquivo Histórico Regional, coordenação do Programa de Pós-Graduação em História e equipe do Memorial da Justiça do Trabalho da 4ª. Região aventou-se a realização de eventos descentralizados que divulgassem não só as parcerias do Memorial com Universidades do estado, mas também que impulsionassem novos estudos, que empreendessem de fato a produção de conhecimento pautada na análise dos autos findos do judiciário. Desta proposta inicial, assumida pelo PPGH e Arquivo Histórico, um longo caminho foi percorrido visando materializar a ideia. Das organizações prévias uma proposta de evento foi enviada ao Conselho Consultivo do Memorial da Justiça do Trabalho que emitiu parecer favorável, tanto para a realização do evento, tendo como primeira sede a UPF, como a ampliação da abordagem para contemplar outras instâncias jurídicas, como a Justiça Federal – parceira do PPGH/UPF – e a Justiça Estadual". 


As manhãs foram dedicadas a conferências proferidas pelos pesquisadores Fernando Teixeira da Silva (UNICAMP) e Clóvis Mendes Gruner (UFPR), que versaram, respectivamente, sobre a história do judiciário trabalhista no Brasil e sobre as possibilidades de pesquisa que articulam a história e o direito. 


No turno vespertino mesas de debates foram realizadas. Na quinta-feira, sob mediação da profa. Maira Dal´Conte Tonial (FD-UPF), os debatedores Felipe Berté Freitas (Me. PPGH/UPF), Ironita Policarpo Machado (PPGH/UPF), Maurício Reali Santos (Mdo. UFRGS) e José Carlos Teixeira Giorgis (Justiça Estadual), foram analisadas as pesquisas e proficuidade de análise dos acervos da Justiça Estadual, do Trabalho e Justiça Federal. Já na sexta-feira, o debate tangenciou pesquisas e possibilidades derivadas da análise de autos-findos da Justiça Federal, com exposições da Dra. Magda Biavaschi (UNICAMP/UFRGS), Clarice Speranza (UFPel) e Tamires Xavier Soares (Mda. PUCRS), sob mediação do prof. Felipe Citolin Abal (FD / Ddo. PPGH/UPF).


O evento congregou mais de cem participantes das áreas de História, Direito e profissionais das áreas jurídicas. Segundo os participantes o encontro foi promissor em estabelecer e consolidar diálogos sobre a justiça, a história e a produção do conhecimento.


Veja o álbum completo de imagens no Facebook do AHR - clique aqui.





Nenhum comentário: