segunda-feira, 20 de julho de 2015

1969 - Neil Armstrong é o 1º homem a pisar na Lua


'Este é um pequeno passo para o homem, mas um gigantesco salto para a humanidade', disse Armstrong em frase célebre
Em 20 de julho de 1969, exatamente às 22h56 (23h56 em Brasília), o astronauta norte-americano Neil Armstrong, se torna o primeiro homem a pisar na lua. Naquele momento, descendo do modulo lunar Eagle (águia), ele pronuncia essas palavras a mais de 1 bilhão de pessoas em casa grudadas na tela da televisão:

“Este é um pequeno passo para o homem, mas um gigantesco salto para a humanidade".
Wikicommons

Armstrong na Lua
 
O esforço norte-americano de enviar astronautas à Lua teve origem num apelo do presidente John Kennedy feito em uma sessão especial conjunta do congresso, em 25 de maio de 1961. "Acredito que esta nação pode se comprometer em atingir este objetivo antes que esta década termine, em desembarcar um homem na lua e fazê-lo retornar à Terra", disse o presidente na ocasião.
Na época, Os Estados Unidos ainda estavam atrás da União Soviética em conquistas espaciais. A corajosa proposta de Kennedy foi bem recebida pela opinião pública doméstica em meio à intensa disputa na Guerra Fria. Em 1966, após cinco anos de trabalho feito por uma equipe internacional de engenheiros e cientistas, a NASA dirigiu a primeira missão Apolo não tripulada, testando a integridade estrutural do veículo de lançamento proposto combinado com a nave espacial. Em 27 de janeiro de 1967, uma tragédia se abateu no centro espacial de Cabo Canaveral, quando o fogo se instalou na cabine da espaçonave Apolo e no míssil Saturno ainda na plataforma de lançamento. Três astronautas morreram no acidente.

A despeito do contratempo, a NASA prosseguiu e, em outubro de 1968, a missão Apolo 7, a primeira tripulada, orbitou a Terra e testou com sucesso muitos dos sofisticados sistemas necessários para concretizar uma viagem à lua. Em dezembro do mesmo ano, a Apolo 8 levou três astronautas ao lado oculto da lua, trazendo-os de volta. Em março de 1969, a Apolo 9 testou o módulo lunar pela primeira vez em órbita terrestre. Em maio, finalmente, os três astronautas da Apolo 10 fizeram o primeiro voo orbital em torno da lua num ensaio geral para a missão de desembarque lunar programada para julho.
Wikicommons

Armstrong minutos antes de pisar na Lua

Às 09h32 de 16 de julho, com o mundo todo atento, a Apolo 11 parte do Centro Espacial Kennedy com os astronautas Neil Armstrong, Edwin Aldrin Jr.e Michael Collins a bordo. Armstrong, um piloto de provas civil de 38 anos, era o comandante da missão. Depois de percorrer 385 mil quilômetros em 76 horas, a Apolo 11 entrou em órbita lunar em 19 de julho. No dia seguinte, às 13h46, o modulo lunar Eagle, tripulado por Armstrong e Aldrin, separou-se do módulo de comando, onde Collins permaneceu. Duas horas mais tarde, o Eagle começou sua descida à superfície lunar. Às 16h18 o aparelho tocou a margem sudoeste do Mar da Tranquilidade. Armstrong imediatamente transmitiu pelo radio à Missão de Controle em Houston, Texas, a famosa mensagem: "A Eagle acaba de alunissar."
Às 22h39, cinco horas além da programação official, Armstrong abriu a escotilha do módulo lunar. À medida que descia a escada do modulo lunar, uma câmara de televisão acoplada ao aparelho registrava suas ações e transmitia o sinal à Terra, onde centenas de milhões de olhos colados às televisões o acompanhava com enorme excitação. Às 22h56, Armstrong pronuncia sua famosa frase, que mais tarde sustentou ter sido levemente alterada. Pisa então seu pé esquerdo na superfície cinzenta e polvorenta, dá um passo cauteloso à frente. A humanidade estava enfim passeando pela Lua.
"Buzz" Aldrin juntou-se a ele às 23h11, e juntos tiraram fotos do terreno, fincaram uma bandeira dos Estados Unidos, fizeram alguns simples experimentos científicos e falaram com o presidente Nixon via Houston. À 01h11 de 21 de julho, ambos os astronautas regressaram ao módulo lunar e a escotilha foi fechada. Os dois dormiram naquela noite na superfície da Lua, Às 13h54 a Eagle começou a levanter voo lentamente para se acoplar novamente ao módulo de comando. Entre os vários itens deixados na superfície da lua havia uma placa que dizia: "Aqui, homens do planeta Terra pisaram pela primeira vez o solo da lua – julho de 1969 d. C.. Viemos em paz em nome de toda a humanidade."

Às 17h35, Armstrong e Aldrin ajustaram-se ao modulo-mãe, juntando-se a Collins e às 12h56 de 22 de julho, a Apolo 11 começou sua jornada de volta a casa, espatifando-se sãos e salvos no Oceano Pacífico às 12h51 de 24 de julho.
 
Haveria mais cinco missões de desembarque na lua e um rápido pouso não planejado anteriormente da Apolo 13. Os últimos homens a caminhar pela Lua, os astronautas Eugene Cernan e Harrison Schmitt da missão Apolo 17, deixaram a superfície lunar em 14 de dezembro de 1972. O Programa Apolo foi um empreendimento vultoso e de intenso trabalho, envolvendo cerca de 400 mil engenheiros, técnicos e ciantistas ao custo de 24 bilhões de dólares (cerca de 120 bilhões ao custo atual. As despesas foram justificadas pelo desafio feito por Kennedy em 1961 para bater os soviéticos na corrida à Lua. Após ter sido cumprida a façanha, e à vista dos resultados, a continuidade do programa lunar perdeu qualquer interesse científico que possa ter tido.
Fonte: Opera Mundi

Nenhum comentário: