terça-feira, 22 de setembro de 2015

1949 - Mao Tsé-Tung anuncia vitória do comunismo na China


Partido Comunista da China assumiu o governo do país; tropas comunistas encurralaram nacionalistas comandados por Chiang Kai-shek em Taiwan
Na abertura da Conferência Consultiva Política do Povo da China, levada a cabo em 21 de setembro de 1949 em Pequim, Mao Tsé-Tung anuncia que o novo governo chinês governará “sob a liderança do Partido Comunista da China”.
 
Esta conferência foi ao mesmo tempo a celebração da vitória comunista na longa Guerra civil contra as forças nacionalistas chinesas e a inauguração do regime comunista que doravante iria governar o mais populoso país do planeta.

Wkimedia Commons

Mao anuncia fundação da República Popular da China em 1º de outubro
 
Mao e seus partidários haviam lutado contra aqueles que afirmavam ser um governo nacionalista decadente e corrupto que vinha governando a China desde os anos 1920. A despeito do maciço respaldo dos Estados Unidos ao regime nacionalista de Chiang Kai-shek, as forças de Mao se tornaram vitoriosas em 1949 e empurraram o governo nacionalista para a ilha de Taiwan.
 
Em setembro de 1949, com canhões troando e bandeiras vermelhas tremulando ao vento, num cerimonial preparado para saudar o evento, Mao anuncia solenemente a vitória do comunismo na China, prometendo estabelecer uma estrutura constitucional e governamental para proteger e defender a “revolução do povo”.
Ao esboçar os vários comitês e agências a serem criados sob o novo regime, Mao anunciou que “nosso sistema estatal da Ditadura Democrática do Povo é uma ponderosa arma na salvaguarda dos frutos da vitória da revolução popular e para se opor às conspirações dos inimigos internos e externos voltadas para fazer retroceder a história. “Precisamos agarrar com toda a firmeza este instrumento da soberania popular”. Outrossim, denunciou que aqueles que se opõem ao governo comunista como “reacionários imperialistas e  domésticos”.

Para o futuro, a China irá buscar a amizade da “União Soviética e das novas nações democráticas”. Mao afirmou também que o comunismo iria ajudar a acabar com a reputação da China como país pouco desenvolvido. “A era na qual os chineses eram vistos como um povo não civilizado agora terminou. Emergiremos em todo o mundo como uma nação altamente civilizada”.

Em 1º de outubro de 1949, a República Popular da China foi formalmente constituída, com Mao Tsé-Tung como líder inconteste. Ele permaneceria no poder até sua morte em 1976.
Fonte: Opera Mundi

Nenhum comentário: