segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Memórias do AHR discute a Revista de Ensino

Revista do Ensino

Sábado, 17/10/2015 às 07:18, por Arquivo Histórico Regional

Publicação da Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Rio Grande do Sul 1939 - 1942
Márcio Francisco Gerhardt PPGH/UPF
A Revista do Ensino (RE) foi uma publicação da Secretaria de Educação e Cultura (SEC) do estado do Rio Grande do Sul. Buscava ser um guia que atendesse os anseios das ’’jovens educadoras’’, dando suporte e auxiliando no árduo, mas prazeroso trabalho de ensinar e formar cidadãos de caráter e boa índole.A revista trazia entrevistas e enquetes de “mestres” em carreira para dar bom ânimo às demais colegas em início de ofício. A revista vinha com encartes sobre assuntos pontuais para que os “mestres” pudessem ter um melhor suporte para trabalhar e educar em sala de aula. Esses encartes eram coloridos e com um conteúdo bem explicativo, o que atraía a atenção das crianças e dava bom entendimento do que estava sendo ensinado.

Os periódicos traziam em suas páginas várias atividades tais como: jogos, músicas, exercícios sobre pontuações e gramática, astronomia, trânsito, curiosidades; isso tudo para as professoras manterem-se atualizadas e ajudava também com exercícios para serem trabalhados em sala de aula, tais como lógica, colagem, matemática entre outros. O periódico trazia também uma série de trabalhos manuais que dava um ar diferencial e atrativo às atividades lúdicas aplicadas à sala de aula.

A Revista do Ensino (RE), nos seus 3 anos de redação foi sempre acompanhada por professoras engajadas na causa educadora. O periódico possuía um espaço de valorização, onde alunos ou outras pessoas podiam fazer publicações de homenagem à cerca do trabalho de seus ”mestres”. Muitos professores (as) foram homenageados (as) neste referido espaço. A sua publicação foi de 1939 à 1942. O AHR possui 7 publicações, sendo uma de 1963 e seis de 1964. A RE nos mostra como eram os pilares da educação no RS nas décadas de 1930 e 1940. De como havia uma preocupação e um zelo na formação ética e moral dos alunos e consequente formação de caráter de indivíduo e de sociedade.

Nenhum comentário: