quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

1989 - 'Os Simpsons' estreiam como série animada na TV


Desenho animado, que satiriza a cultura e a sociedade norte-americana, já tem 27 temporadas e mais de 500 episódios

The Simpsons ("Os Simpsons", em português) é um desenho animado criado por Matt Groening para a Fox. A série, que se passa na cidade de Springfield, é estrelada pela família Simpson, que consiste de Homer Jay Simpson, Marjorie “Marge” Simpson, e os filhos Bartholomew (ou "Bart”), Elisabeth (ou "Lisa”) e Margareth, ou “Maggie”. Ela satiriza a cultura e a sociedade norte-americana, a televisão e vários aspectos da condição humana.

A família, criada por Groening, foi inicialmente lançada como uma série de curtas de animação produzidas por James Brooks. Em 1989, os curtas foram cindidos na série The Simpsons, que estreou em 17 de dezembro de 1989. Desde então, já foram ao ar 579 episódios, 27 temporadas e um filme, lançado em 2007.

A série foi polêmica desde o início. Bart não recebia punição pelo seu mau comportamento, o que levou pais e conservadores a caracterizá-lo como um modelo apenas para as crianças pobres. Várias escolas públicas proibiram a crianças de assistir à série. Em outubro de 1990, Bárbara Bush, mulher de George Bush, classificou Os Simpson como a "coisa mais idiota que já tinha visto". Em janeiro de 1992, o então presidente Bush pronunciou um discurso na campanha pela reeleição em que disse: "Nós vamos continuar tentando fortalecer a família norte-americana, para torná-las muito mais como os Waltons (vizinhos conservadores e religiosos dos Simpsons) e muito menos como os Simpsons". Bart, três dias mais tarde, respondeu: "Hey, nós somos como os Waltons. Estamos orando por um fim para a depressão, também." Apesar das críticas, o produto Simpsons vendeu bem e gerou 2 bilhões de dólares em receita durante os primeiros 14 meses de venda.

O elenco principal tem sido envolvido em disputas com a Fox. Em 1998, ameaçou greve, forçando a empresa a aumentar o salário coletivo de 30 mil a 125 mil dólares por episódio. Como a receita do show continuou a aumentar mediante a distribuição e as vendas de DVD, o elenco principal deixou de aparecer para as leituras de roteiro, em abril de 2004.

O elenco pediu aumento de salário para 360 mil dólares por episódio, ou 8 milhões ao longo de uma temporada de 22 episódios. Em 2 de maio de 2004, os atores chegaram a um acordo com a Fox. Houve outra disputa em 2008 e o salário foi aumentado para 400 mil dólares por episódio. No final de 2007 foram os roteiristas a entrar em greve, apoiado pelo sindicato, que não teve maior impacto. Os episódios, que levam muito tempo para serem produzidos, estavam prontos até com um ano de antecedência.
 


Groening  esboçou sua versão de uma família disfuncional e nomeou os personagens segundo sua própria família. Bart foi moldado segundo o irmão mais velho de Groening, Mark. A família estava mal desenhada e como Groening queria fornecer alguns esboços simples para os animadores, eles simplesmente seguiram o modelo. Depois da primeira temporada, animada por Archer e Silverman, Georgie Peluse foi o colorista e quem decidiu fazer os personagens amarelos.

[Primeiros traços dos Simpsons no Traceu Ullman Show]

Em 1989, adaptou-se Os Simpsons para uma série de meia hora para a Fox. A equipe incluia o grupo da Klsky Csupo Animation House. Jim Brooks negociou uma cláusula no contrato com a Fox que a impedia de interferir no conteúdo do programa. Groening disse que seu objetivo era a de oferecer ao público uma alternativa ao que ele chamou de "lixo" a que se estava assistindo. Esta série estreou em 17 de dezembro de 1989 com o episódio "Simpsons Roasting on an Open Fire", um especial de Natal.

A série foi originalmente definida para estrear no segundo semestre de 1989 com o episódio "Some Enchanted Evening", concebida para apresentar os personagens principais. No entanto, os produtores julgaram a animação tão ruim que a abortaram para levar outro episódio ao ar.

"Two Cars in Every Garage ande Three Eyes on Every Fish" foi o primeiro episódio produzido para a temporada, porém "Bart Gets an F" foi ao ar em primeiro lugar porque Bart era popular e os produtores queriam estrear com um episódio temático. A segunda temporada contou com uma nova sequência de abertura, encurtada em 15 segundos da duração inicial de 1 minuto e 30 segundos. A sequência de abertura para a primeira temporada mostrou Bart roubando uma placa de ônibus, já a nova sequência, apresenta Bart andando de skate e se apresentando a vários personagens introduzidos na temporada anterior.

Devido ao sucesso do show, durante o verão de 1990, a Fox decidiu mudar o horário. Passaria a ser transmitido às 20h na noite de domingo e na quinta-feira quando iria competir com The Cosby Show, o programa mais popular à época. Muitos dos produtores, inclusive Brooks, foram contra, porque "Os Simpsons" tinha entraDO nos "Top Ten" de audiência e apresentado no domingo, ela iria despencar. Durante todo o verão de 1990 o "The Bing Cosby Show" bateu "Os Simpsons em audiência", que caiu fora do Top Ten. O mesmo ocorreu durante a segunda temporada. Somente a partir do terceiro episódio, "Homer at the Bat", que Os Simpsons passariam a frente.
Fonte: Opera Mundi

Nenhum comentário: