segunda-feira, 7 de março de 2016

1945: Conquista da ponte de Remagen

No dia 7 de março de 1945, tropas americanas conquistam a ponte ferroviária de Ludendorff, em Remagen, Oeste alemão, a única intacta sobre o Reno. As demais foram explodidas pelos nazistas para conter avanço dos aliados.
Ponte de Ludendorff em Remagen
A pequena cidade de Remagen, a 20 quilômetros de Bonn, ficou conhecida mundialmente através de um filme de Hollywood baseado na história real. No começo de 1945, os alemães cometeram o erro de deixar um flanco aberto a oeste do rio Reno e foram sendo derrotados sistematicamente. Os remanescentes de suas forças se concentraram na margem direita.
Todas as pontes do Reno tinham sido explodidas para evitar que os inimigos chegassem até a outra margem. Mas a má qualidade do explosivo não destruiu completamente a ponte de Ludendorff, em Remagen, que foi usada por um destacamento do Exército dos Estados Unidos. O 3º Exército comandado pelo general George Smith Patton cruzou o rio em operações audaciosas, não previstas pelas lideranças militares alemãs. No dia 17 de março, a ponte ruiu definitivamente.
O general Patton comandou o desembarque na Normandia e foi o primeiro norte-americano a chefiar um corpo de tanques. Ele ganhou fama de ser o chefe militar norte-americano mais audacioso e menos obediente às normas clássicas da guerra.
Imponente operação militar
Os cinco oficiais alemães responsáveis pelo controle da ponte foram julgados e executados a comando de Hitler. O único que sobreviveu foi o tenente Bratke, professor em Remagen, tomado como prisioneiro pelos norte-americanos.
A 23 de março, o marechal britânico Montgomery comandou a travessia do rio, a partir do norte, numa imponente operação militar. Ela envolveu tropas num total superior a um milhão de homens, duas divisões de paraquedistas lançadas diretamente sobre o outro lado do rio, além de milhares de embarcações pequenas transportando tropas de assalto.
O colapso da Wehrmacht de Hitler começou a ser formalizado através de rendições sucessivas. Hitler suicidou-se em Berlim a 30 de abril e, na semana seguinte, o comandante das forças do norte da Alemanha se rendeu a Montgomery.
A conquista da ponte de Remagen tornou-se um mito para os norte-americanos. Ainda hoje, os veteranos vêm visitar o Museu da Paz, construído junto a um dos pilares da antiga ponte sobre o Reno.
  • Autoria Sybille Golte (rw)
  • Link permanente http://dw.com/p/3HBL

Nenhum comentário: